BAIACU

Nome popular: Baiacu de água doce
Nome científico: Colomesus Asellus
Família: Tetraodontidae 
Origem:
Amazônia, Venezuela e Guianas
Alimentação: Alimentos vivos, pequenos crustáceos, peixes e minhoca
PH da água: 7,0 'a 7,2
DH: 5 'a 8
Iluminação: 12  horas diárias
Temperatura da água: 24 a 28º C
Tamanho: 15 cm
Índole: agressivo e cardume
Descrição: O baiacu, não é um peixe indicado para aquários comunitários, é muito briguento e também muito guloso, peixes menores são atacados e devorados com muita facilidade, e também não se intimida com espécies maiores, podendo atacar e destruir nadadeiras e caudas. O indicado para viver com eles são os da própria espécie ou peixes do mesmo porte e fugidios ( o baiacu pode atingir em cativeiro 15 cm de comprimento). O aquário indicado para o mesmo deve ter no mínimo 50 litros de capacidade, ser bem plantado , ter uma meia dúzia de baiacus. Tem um nado tranqüilo, dando a impressão de ser preguiçoso e lento, porém ao atacar uma presa pode atingir uma velocidade enorme. Está espécie, tem uma característica singular, pois quando ameaçado, engole pequenas porções de água, ou de ar, dependendo do lugar em que esteja, fazendo com que seu estômago se encha, e seu tamanho aumente, com isto ele se protege de seus predadores.
Reprodução: Não existem relatos a respeito de sua reprodução em cativeiro.

Brasil brasilidade busca coleções curiosidades dicionários
diversão Felipe folclore leis mensagens miscelânea