Abilene - trecho inicial da rede Internet2, inaugurado em 24/2/1999. Com 21 mil km, ligava Nova Iorque a Seattle, nos Estados Unidos, passando por cerca de 70 instituições universitárias e de pesquisa, podendo transmitir dados a 2,4 gigabits por segundo.

Acesso – (do inglês access). Obtenção (leitura) de dados armazenados em arquivos ou na memória.

ActiveX – Conjunto de tecnologias que permite a interação entre componentes de software em um ambiente interligado em rede, não importando a linguagem de programação em que foram criados. Proposto pela Microsoft, com base no modelo COM, o sistema passou a ser administrado pelo Open Group.

Aliasing - ver serrilhado.

Ambiente – Equipamento e sistema operacional onde são rodados os aplicativos. Por exemplo: DOS, Windows, IBM OS-2, Linux.

Aplicativo – programa para execução de tarefas específicas (editor de textos, por exemplo).

Applet - pequeno programa chamado através da rede para acrescentar uma funcionalidade ao programa principal em execução. Difere do por não permanecer instalado após o término da tarefa.

APM = Advanced power management – Gerenciamento Avançado de Energia. Interface de programação desenvolvida por Microsoft e Intel para monitorar e economizar energia em sistemas baseados em microcomputadores, especialmente os que dependem de baterias.

API = Application programming interface – Interface de Programas Aplicativos. Conjunto de rotinas usadas pelos programas aplicativos para controlar a execução de procedimentos pelo sisema operacional do computador.

Argumento – parâmetro, informação solicitada por um programa para seu processamento. Ex.: se a classificação dos dados num relatório será por cliente ou por produto.

Archie – sistema de localização de arquivos e programas na Internet a serem importados por FTP. O nome vem da forma reduzida de “Archive” (arquivo).

Arphanet – rede de computadores criada pelos militares norte-americanos em 1969, que deu origem à Internet.

Arquitetura – estrutura do computador ou dos dados, forma como eles se articulam internamente.

Arquivo – file, em inglês. Conjunto de informações ou comandos, identificado por um nome específico. Um programa pode ter um ou mesmo centenas de arquivos.

Arquivo de lote – também conhecido como batch, é o que reúne uma série de comandos e os executa em seqüência, como se o usuário estivesse digitando esses comandos no teclado. Um tipo especial é o arquivo AUTOEXEC.BAT, que é consultado automaticamente quando se liga o computador.

ASCII = American Standard Code for Information Interchange – (pronuncia-se como asqui). Esquema de codificação desenvolvido em 1986 que atribui valores numéricos a no máximo 256 caracteres (0 a 255), incluindo letras, sinais de pontuação, algarismos, caracteres de controle e símbolos diversos. Um arquivo ASCII é um documento que usa esse código apenas, sem qualquer informação relativa à formatação do texto. Na transmissão entre computadores, o padrão ASCII é preferido para a transmissão de arquivos em texto, enquanto o padrão binário é usado mais para transmissão de programas executáveis.

ASP = Application Service Provider – Provedor de serviços de aplicativos. Modalidade em que diversas empresas-clientes utilizam um mesmo programa aplicativo desenvolvido especialmente para esse grupo por um provedor de serviços, que se encarrega de manter o produto atualizado. Veja artigo explicativo.

ASP = Active Server Pages – Tecnologia da Microsoft orientada à Internet, destinada a permitir a criação de scripts no servidor, em vez de fazê-lo no computador cliente. As ASPs podem conter texto e tags HTML e também controles ActiveX e comandos a serem executados no servidor, escritos em linguagem de criação de scripts como o Visual Basic Script e o JavaScript. Isso permite que um autor de conteúdo Web personalize a exibição ou a entrega de informações ao aplicativo-cliente sem se preocupar com a plataforma em que esse cliente está sendo executado. As páginas são gravadas com a extensão [.asp] e são acessadas como se fossem páginas HTML comuns, só que antes de serem enviadas o servidor executa todos os comandos de script nelas incorporados, gerando então o documento em formato HTML.

Assembler – tipo de linguagem (conjunto de instruções) de baixo nível, isto é, próxima do padrão binário usado pelo computador (quanto maior o nível de uma linguagem, mais próxima ela estará da linguagem humana).

AT = Advanced technology – padrão de computadores PC que substituiu o XT, iniciado com o processador Intel 286.

Atachar - vincular. Ver x-burg.

ATM = Asynchronous transfer mode – Modo de Transferência Assíncrono – rede ou ambiente de telecomunicação para transferência de pacotes de dados multimídia. 

ATM - Automatic teller machine - máquinas de interação automática com o usuário, como os caixas bancários 24 horas.

Atributo – característica de um arquivo ou de parte dele: invisível, protegido contra sobregravação, negrito, sublinhado etc.

Attachment - O verbo inglês to attach significa vincular. Attachment significa vinculação. Diz-se dos arquivos (de texto, imagem, executáveis, vírus, vermes etc.) que se costuma enviar vinculados à mensagem de correio eletrônico. Os programas de correio eletrônico permitem que um arquivo de programa executável, imagem, texto ou som sejam vinculados à mensagem e transferidos junto com ela. No destino, são reconvertidos e usados da mesma forma que no computador de origem.

ATX – especificação para arquiteturas de placa-mãe com recursos embutidos de áudio e vídeo, lançada em 1995 pela Intel. Suporta portas USB e placas de altura inteira em todos os soquetes.

Avatar – personagem que um internauta utiliza como representação cibernética de si mesmo.