OS  5  PRINCÍPIOS  DO  REIKI

São princípios de bem viver, adotados no REIKI pelo mestre Mikaomi Usui, estabelecidos pelo
Imperador Meiji (1869 - 1912) – época da conhecida restauração Meiji, quando  o Japão passou
por uma fase de grande progresso e transformação. Os princípios visam nosso desenvolvimento espiritual e devem ser praticados por todos, reikianos ou não.

Só por hoje, não se preocupe.

Só por hoje, não fique zangado.

Só por hoje, seja grato as bênçãos que recebe.

Só por hoje, trabalhe arduamente.

Só por hoje, seja amável com todos os seres vivos.

1º princípio: Só por hoje, não se preocupe.

Preocupamos–nos porque os acontecimentos podem se desenrolar diferentes do que esperamos e desejamos, levando em conta somente as nossas vantagens. A origem da preocupação é o medo. Não adianta “carregar“ os fatos ocorridos no passado, pense que fez naquele momento o melhor que podia.

A história dos monges retrata bem "o carregar". Dois monges saíram do mosteiro onde viviam para ir a outra cidade. No caminho encontraram uma moça chorando sentada  à beira do rio. Um dos monges perguntou–lhe porque chorava e esta explicou que não podia voltar para casa, pois era de baixa estatura e a água do rio havia subido muito.  O monge pegou – a nos braços e atravessou o rio, com ela no colo e, na outra margem, colocou-a no chão. A moça agradeceu, sorridente e feliz foi para sua casa. Os monges continuaram seu caminho. Muitas horas depois, o monge que não havia carregado a moça falou ao outro: "Nós fizemos votos de não tocar em mulheres e você pegou aquela moça nos braços." O monge respondeu: "Há mais de duas horas coloquei-a no chão. E você ainda a está carregando?"

Não se desgaste , preocupando-se com o futuro. Ele será o reflexo do que semearmos agora, no presente. Lembre-se: em tudo que acontece, existe um propósito Divino.

2º princípio : só por hoje. Não se irrite.

O descontrole emocional acarreta a perda da nossa sintonia com a energia universal, além de atrair vibrações densas. Uma maneira eficaz de lidar com a irritação é quando ela acontecer. Parar, reconhecê-la, refletir, e depois deixá-la ir...para sempre. Assim que paramos de nos identificar com a emoção negativa, ela se dissipa. Não devemos alimentar a raiva nem o ressentimento, mas expressar as nossas emoções honestamente, sem reprimi-las. A repressão das emoções é um processo que pode induzir às doenças. Procuremos viver em harmonia.

3º princípio: só por hoje, seja grato às bênçãos que recebe.

O “mau” e o “bom” fazem parte de tudo na vida. Resta-nos experimentar, enxergar cada nova experiência com novos olhos.

Devemos nos lembrar sempre da história de “os males que vêm para bem“: Um homem vivia numa pequena aldeia e era muito pobre, só tinha um cavalo e se recusava a vendê-lo porque o considerava um amigo. Os habitantes do vilarejo, achavam-no estúpido, porque poderia vender o animal e acabar com sua pobreza.

Um dia, o cavalo fugiu, os aldeões concluíram que o animal havia sido roubado e melhor teria sido que o homem o tivesse vendido. Isto era um mau. O homem disse para não tirarem conclusões tão depressa e, que o único fato concreto é que o animal não estava mais lá. Dias depois, o cavalo voltou trazendo  dezenas de cavalos selvagens. Os aldeões disseram que isto era bom, mas o homem disse para verem os fatos e não só um pequeno fragmento da realidade sem conhecer o todo.

O filho mais velho do homem começou a domar os cavalos e a vendê-los. O rapaz, um dia caiu de uns dos cavalos e quebrou a perna. Os aldeões acharam que isso era uma calamidade, pois o rapaz era o único a ajudar o pai. Mas, o homem continuava firme em não julgar. Logo depois, estourou uma guerra com o reino vizinho. Todos os jovens foram convocados, menos o filho incapacitado do homem... Essa história não tem fim.

Tentemos, portanto, cultivar o hábito saudável de não julgar e agradecer, não importando o que aconteça.

4º princípio: só por hoje, trabalhe arduamente.

Trabalho árduo é trabalhar em nós mesmos, dedicando-nos e devotando-nos ao nosso crescimento espiritual.

Os valores e méritos espirituais são muito diferentes dos mundanos.

5º princípio: só por hoje, seja amável com todos os seres vivos.

“Ninguém possui todas as qualidades, Deus as distribuiu entre todos, para que precisássemos uns dos outros“

Santa Catarina de Siena

Viemos da mesma Fonte de Vida e, estamos todos interligados. É importante aprender a tratar todas as formas de vida com amor e respeito porque necessitamos de todas elas.

Esta benevolência com todos os seres, e todos os reinos, inclui você. Seja amoroso com seu corpo, cuidando dele com amor, respeitando-o, pois ele é seu templo enquanto estiver aqui.

Mestre Mikaomi Usui