CALENDÁRIO INDÍGENA

Os índios brasileiros năo tinham mais que rudimentos mínimos de um calendário, sem qualquer teorizaçăo ou padronizaçăo.

Conheciam apenas as quatro fases da lua e sua repetiçăo cíclica, e notavam algumas mudanças, como as épocas de calor, chuva, frio, cheias dos rios, piracema, amadurecimento dos frutos. Năo dividiam o dia em horas.

Algumas tribos, como a dos guaranis, conheciam duas estaçőes: do Sol (coaraci-ara) e das chuvas (almana-ara). Os caingangues, no Sul do Brasil, contavam até dez dias passados ou futuros, usando os dez dedos das măos. "Ningké" significa "măo" e "ten" quer dizer "com". Reunidos esses ordinais com a palavra Sol, obtinham os dias da semana, e com a palavra Lua, as semanas.

Dias caingangues

01 - pir

02 - lenglé

03 - tektong

04 - vaitkanklá

05 - petigare

06 - ningkéntenyrn

07 - ningkéntenyrnlenglé

08 - ningkéntengrutektong

09 - ningkéntyrukenkta

10 - ningkévaitklitp

Fonte:  http://www.novomilenio.inf.br/porto/mapas/nmcaleni.htm